Cultivating Compassion Trainning

bolha
 
 

O que é o Treinamento de Cultivo da Compaixão (CCT) de Stanford?

O Treinamento de Cultivo da Compaixão (CCT na sigla em inglês) é um programa de 8 semanas projetado para desenvolver características como compaixão, empatia, e amabilidade por si mesmo e pelos outros. O CCT integra práticas contemplativas tradicionais com psicologia contemporânea e pesquisa científica a respeito da compaixão. O protocolo do CCT foi desenvolvido na Universidade de Stanford por uma equipe de estudiosos contemplativos, psicólogos clínicos e pesquisadores.

Treinamento

treinamento do cultivo da compaixão envolve o treinamento das nossas próprias mentes, o desenvolvimento de habilidades específicas em como nos relacionamos com os outros e com nós mesmos e como intencionalmente escolher pensamentos e ações compassivas. No CCT, o processo de treino inclui:

- Prática de meditação diária para desenvolver compaixão, empatia, e amabilidade.
- Duas horas de aula semanais que incluem a leitura, discussão e exercícios em classe.
- “Dever de casa” do mundo real para praticar pensamentos e ações compassivas.

Cultivo

Nós seres humanos temos uma capacidade natural para a compaixão. Entretanto, o stress diário, pressão social e as experiências de vida podem tornar difícil a expressão completa dessa capacidade. Cada um de nós pode escolher nutrir e fazer crescer o instinto de compaixão, como uma planta desde a semente. Esse processo requer paciência, cuidado ativo, ferramentas apropriadas, e um ambiente que nos dê suporte.

Compaixão

Compaixão é um processo que se desenrola em resposta ao sofrimento. O processo se inicia com o reconhecimento do sofrimento, de onde surgem pensamentos e sentimentos de empatia e interesse/preocupação. Estes, por sua vez, motivam a ação em aliviar o sofrimento.

Porque cultivar a compaixão?

Cultivar a compaixão vai além de sentir mais empatia e interesse ou preocupação pelos outros. Ela desenvolve a força para estarmos com o sofrimento e a resiliência para prevenir a fadiga por compaixão. Essas qualidades dão suporte a um variado espectro de metas, desde o desenvolvimento das relações pessoais até fazer, positivamente, a diferença no mundo. O cultivo da compaixão também melhora a saúde, alegria e bem estar. Estudos preliminares sugerem que o CCT e programas similares podem aumentar o nível da autocompaixão e auto cuidado, reduzir o stress, ansiedade, depressão, e melhorar a conexão com os outros.