_MG_9556.JPG
 

Cultivating Emotional Balance (CEB®)

HISTÓRIA

Cultivando o Equilíbrio Emocional (Cultivating Emotional Balance, CEB na sigla em inglês) surgiu do diálogo sobre as emoções destrutivas entre cientistas comportamentais e o Sua Santidade Tenzin Gyatso, o 14° Dalai Lama, monges budistas e estudiosos do Mind and Life Institute em Dharamsala, Índia, em março de 2000.

No ponto culminante deste encontro, o Dalai Lama solicitou que as ideias importantes levantadas, especificamente como administrar os obstáculos cotidianos de nossas emoções destrutivas e cultivar um modo saudável de ser, se transformassem em um treinamento secular. O Dr. Paul Ekman, o Dr. Alan Wallace, o Dr. Mark Greenberg e o Dr. Richard Davidson aceitaram o desafio e começaram a esboçar como seria um desses programas de treinamento e como avaliar seu impacto. Através dessas discussões, “Cultivating Emotional Balance” nasceu.

O Dr. Paul Ekman, pesquisador de emoções de renome mundial e professor emérito da Universidade da Califórnia em São Francisco (UCSF), e o Dr. Alan Wallace, um erudito budista e escritor prolífico, continuaram desenvolvendo o CEB com consulta ao grupo original do Mind and Life Institute.

Para este projeto, o Dalai Lama doou US$ 50.000. Isso, juntamente com o apoio de Jon Kabat-Zinn (criador de um dos primeiros e mais famosos protocolos científicos do uso da atenção plena [mindfulness], o MBSR, sigla em Inglês para ‘Mindfulness Based Stress Reduction’ ou ‘Redução de Estresse baseado em Atenção Plena’ em tradução livre), Daniel Goleman (famoso por seu livro “Inteligência Emocional”) e do instituto Fetzer, um adicional de US$ 800.000 foi levantado para conduzir uma pesquisa completa sobre o primeiro treinamento do CEB oferecido por Alan Wallace e Margaret Cullen (professora, terapeuta de família e professora certificada do MBSR, com mais de 20 anos de experiência de ensino de programas baseados em atenção plena em educação, empresas, saúde e ambientes acadêmicos). Detalhes sobre os resultados da pesquisa original podem ser encontrados no link AQUI.

PROPÓSITO

Dado o crescente número de indivíduos que trabalham em ocupações com alto nível de estresse, o CEB é especialmente relevante. Ele fornece uma série de habilidades emocionais práticas que levam a uma melhor compreensão de nossa vida emocional e dão suporte ao aumento de episódios emocionais construtivos.

As práticas contemplativas do CEB enfatizam o cultivo da felicidade de ser ou a felicidade a partir daquilo que trazemos para o mundo, alinhando-nos com nossos valores e aspirações mais profundas, desenvolvendo habilidades de atenção e utilizando a análise contemplativa para investigar nossa experiência vivida.

Através de uma cuidadosa investigação de nossa vida mental e emocional e de nossa experiência, podemos gerar níveis excelentes de equilíbrio emocional. Neste contexto, uma definição de equilíbrio emocional inclui:

  • Consciência dos próprios comportamentos emocionais dos outros e dos outros, experiências emocionais e desencadeadores emocionais à medida que surgem
  • Fazer escolhas sábias enquanto se envolve com a experiência emocional.

Adaptado do texto original:

http://cultivating-emotional-balance.org/about/